Pingar o BlogBlogs

Add to Technorati Favorites




Histórico


Outros sites
 AINDA-8-Madredeus
 sabá2
 Ver@cidade
 CezArt
 bombou na web
 QueridoLeitor
 gizmodoEs
 isafARR
 São Paulo
 Meu YouTube
 Busca vd Google
 era
 ainda2
 Meça Velocidade
 Viaje na Viagem
 Marcia Tiburi
 CineFolha



www.flickr.com
betharroio's photos More of betharroio's photos




Locations of visitors to this page
 
 

AINDA


 

Oi, pessoal

 

           Àqueles que me deram o prazer de sua companhia durante anos

           Informo resolução da mudança de ‘casa’ a qual me propus durante participação no evento ‘Campus Party Brasil”.

            Estou agora em  ainda2

 

           Espero por vocês no 

           Bjs com carinho



Escrito por betharr às 12h04
[ ] [ ]



Era uma vez uma Floresta

Na linha do Equador

 

                    Foi visitando e revisitando veracidade - suas crônicas têm sido verdadeiros roteiros turísticos pelo Maranhão - que conectei-me com passado recente onde deixava implícita minha mobilização à causa Amazônica. Desta mobilização, pacífica demais por sinal, sobrevive tão somente um épico sonoro que trago guardado como uma rara narrativa - das mais profundas - em nome de Gaia. Obrigada Karipuna por compartilhar a preciosidade que ora posto com certa comoção. Vale visita ao seu YouTube pra ler mais  sobre.

                 

 

"Era uma vez na Amazônia, a mais bonita floresta/Mata verde, céu azul, a mais imensa floresta/No fundo d'água as Iaras, caboclo, lendas e mágoas/E os rios puxando as águas/Papagaios, periquitos, cuidavam de suas cores/Os peixes singrando os rios, curumins cheios de amores/Sorria o Jurupari, uirapuru, seu provir/Era fauna, flora, frutos e flores/Toda mata tem caipora para a mata vigiar/Veio caipora de fora para a mata definhar/E trouxe dragão-de-ferro pra comer muita madeira/E trouxe em estilo gigante pra acabar com a capoeira/Fizeram logo um projeto, sem ninguém testemunhar/Pra o dragão cortar madeira e toda mata derrubar/Se a floresta, meu amigo, tivesse pé pra andar, eu garanto, meu amigo, o perigo não tinha ficado lá/O que se corta em segundos gasta tempo pra vingar/E o fruto que dá no cacho pra gente se alimentar?/Depois tem o passarinho, tem o ninho, tem o ar/Igarapé, rio abaixo, tem riacho e esse rio que é um mar/Mas o dragão continua a floresta devorar/E quem habita essa mata pra onde vai se mudar?/Corre índio, seringueiro, preguiça, tamanduá/Tartaruga, pé ligeiro, corre-corre tribo dos Kamaiurá/No lugar que havia mata, hoje há perseguição/Grileiro mata posseiro só pra lhe roubar seu chão/Castanheiro, seringueiro já viraram até peão/Afora os que já morreram como ave de arribação/Zé de Nana tá de prova/Naquele lugar tem cova, gente enterrada no chão/ Pois mataram índio, que matou grileiro, que matou posseiro, disse um castanheiro para um seringueiro que um estrangeiro roubou seu lugar/Foi então que um violeiro, chegando na região, ficou tão penalizado e escreveu esta canção/E talvez desesperado com tanta devastação/Pegou a primeira estrada sem rumo, sem direção/Com os olhos cheios de água, sumiu levando essa mágoa dentro do seu coração/Aqui termino essa história, para gente de valor/Pra gente que tem memória, muita crença, muito amor/Pra defender o que ainda resta, sem rodeio, sem aresta/Era uma vez uma floresta na Linha do Equador."

(De Cantoria 1 (Elomar, Geraldo Azevedo, Vital Farias e Xangai), Kuarup Discos).



Escrito por betharr às 17h31
[ ] [ ]



...e as minhas ** vão para...

Filmes ainda em cartaz

 

Juno *****

Onde os Fracos não têm Vez *****

Desejo e Reparação **

4 meses 3 semanas e 2 dias ***

A Vida dos Outros ****

O Sobrevivente ****

A Culpa é do Fidel ****

Em Paris **

Jogo de Cena ****

Lady Chatterley *****

Medos Privados em Lugares Públicos ****

Meu Nome não é Johnny **

Morte no Funeral ***

P.S. Eu te Amo *

Paranoid Park *

Piaf - Um Hino ao Amor *****

Sombras de Goya *****

Tropa de Elite ****

O Caçador de Pipas ****



Escrito por betharr às 14h43
[ ] [ ]



It’s a Long Way

 

           Você que já viu “Meu Nome não é Johnny” deve ter percebido, além das referências feitas a outros filmes igualmente recentes como “Tropa de Elite” e “A Cidade de Deus”,  que  a trilha sonora é de lascar. Aquilo me irritou porém a última música arranhou algo dentro de mim. Foi o único instante em que me conectei emocionalmente com o filme.

             Falo da inesquecível “It’s a Long Way”, de Caetano Veloso, em voz feminina com a qual viajei dias no virtual até conseguir copiá-la. Bendito ‘Audacity’!

              Ouça sem se preocupar com a letra que foi incluída aqui como exercício de copy/paste, only!


 
 
 
 


Escrito por betharr às 21h13
[ ] [ ]



 
'Olhos Negros'. Abissais!
 


Escrito por betharr às 18h23
[ ] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]